Sincomerciários conquista reajuste de 9,62% para comerciários do varejo

O Sincomerciários e o Sincomércio de Itapeva, representados, respectivamente pelos seus presidentes – Jona Locatelli e Marcelo Castro, assinaram, no início dezembro, o acordo coletivo de trabalho que prevê o reajuste de salários e benefícios dos comerciários das cidades de Apiaí, Barra do Chapéu, Capão Bonito, Guapiara, Iporanga, Itaberá, Itaóca, Itapirapuã Paulista, Itapeva, Nova Campina, Ribeira, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande e Taquarivaí.

As negociações foram encerradas com reajuste salarial de 9,62% que deverá vir na folha referente ao mês de janeiro de 2017. O índice é retroativo a 1º de setembro, data base da categoria. As diferenças salariais devem ser pagas em até quatro parcelas, nas folhas de pagamentos dos meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2017.

Entre as mudanças, está a Quebra de Caixa. A partir de agora, todo comerciário que movimentar dinheiro da empresa com autorização deverá também receber a indenização mensal. O valor ficou definido em 6% do salário fixo. Apenas micro e pequenas-empresas, que não descontam a diferença de caixa do comerciário, ficam isentas da obrigação.

Outra novidade é a obrigatoriedade do Prêmio por tempo de serviço (PTS). Antes opcional, o benefício - de 2%/mês do piso salarial vigente de sua função - deve ser concedido a partir de então a todos os empregados que tenham dois anos ou mais de serviço, salvo aqueles que não preencherem os quesitos estabelecidos na convenção.

Ainda, empresas não portadoras do Certificado de Regularização Sindical (CRS) deverão seguir os pisos salariais da CCT da federação.

O pagamento das diferenças salariais dos funcionários desligados após 01/09/2016 deverão ser pagas até o dia 10/02/2017. A CCT tem vigência de 1º de setembro de 2016 a 31 de agosto de 2017 e pode ser lida na íntegra aqui


Sincomerciários conquista reajuste de 9,62% para comerciários do varejo



Atualizado em 08/12/2016